segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Reflexão sobre a importância da realização de um Portfólio do Educador


“ (…) construir um Portfólio é um pouco como construir um papagaio de papel, trata-se de um acto criativo, baseado na reflexão-acção, que mediante algumas orientações (as réguas) e papel q.b. (os registos e evidências) permitirá dar forma e um outro colorido à vida de professor. Tudo isto sem perder de vista o objectivo principal do Portfólio – animar o desenvolvimento profissional!” (Nunes, J., 2000, pp.37/38)

Enquanto futura educadora de infância, considero muito importante que exista por parte de um profissional da educação, uma reflexão cuidada acerca da sua prática profissional. E consequentemente, possibilitar um desenvolvimento pessoal e profissional, tendo como principal objectivo melhorar as suas práticas de ensino e solucionar os problemas que possam surgir ao longo da sua prática profissional.

Ao realizar um Portfólio Reflexivo da Prática, tem-se a possibilidade de reflectir acerca dos objectivos, da filosofia da educação, do modelo pedagógico que a adoptar na prática profissional e ao mesmo tempo, poderá partilhar com os colegas, supervisor e orientador de estágio.

Segundo Holec (1979), o conceito de autonomia está relacionado com a capacidade que o educador tem de gerir a sua própria aprendizagem e através do Portfólio “(…) o formando tem, assim, a possibilidade de se tornar objecto da sua própria reflexão, o que significa que se vai autonomizando e tomando consciência sobre o seu próprio poder de transformação, quer ao nível do seu pensamento, quer ao nível da sua acção.” (Aguiar, M., 2000, p. 21)

O Portfólio Reflexivo reflectirá a aprendizagem e desenvolvimento ao longo dos anos de Formação Inicial de Educadores de Infância, e incidirá sobretudo, numa reflexão relativamente à Prática Pedagógica permitindo assim realizar uma conexão entre a teoria e a prática.

Na minha opinião, a realização do Portfólio Reflexivo é uma mais valia para o educador que está em formação inicial e para o educador experiente que já exerce a sua carreira docente, visto que é uma ferramenta para a reflexão do mesmo e simultaneamente permite a sua auto-avaliaçao, sendo que esta possibilita uma análise sobre os pontos fortes e fracos no decorrer da sua prática pedagógica.

No entanto, considero que a realização do Portfólio requer tempo e disponibilidade e, por vezes, é muito difícil gerir o tempo.

“O portfólio serve como guia ou mapa, que permite ver mais claramente onde estivemos, onde estamos, para onde queremos ir; e que ajuda a obter melhores ideias de como chegar lá, ou seja, ideias acerca do que é necessário mudar para melhorar a aprendizagem, o pensamento, o espírito crítico e o desenvolvimento dos alunos (Cerbin, 1994).” (Nunes, J., 2000, p.39)


Referências bibliográficas:

Nunes, J. (2000). O Professor e a Acção Reflexiva. Porto: Edições ASA.

1 comentários:

Mel* disse...

Olá!
Sua aluna da Escola Superior de Educação e estou a frequentar o curso de Educação Básica.
Gostaria de lhe dar os parabéns pelo blog, é muito interessante.
Estava a pesquisar sobre o portfólio e vim aqui parar ao seu blog e gostei muito. Retirei algumas citações que colocou, espero que não se importe. É que estou a realizar um portfólio e as professoras gostam muito de citações de outros autores. Por isso, obrigada! =) e foi muito pertinente esse post.
Continuação de um óptimo blog =D

Blog Widget by LinkWithin